domingo, 9 de novembro de 2014

Tumbérgia Arbustiva






A tumbérgia-arbustiva é uma planta ereta como o próprio nome diz. Ela apresenta folhas pequenas, opostas, verde-escuras e ovaladas. O caule é de textura lenhosa, marrom acinzentado e muito ramificado. Produz numerosas flores axilares, grandes e tubulares, de coloração azul com o centro amarelo, durante todo ano, mas principalmente na primavera e verão. Ocorre também uma cultivar de flores brancas com o centro amarelo. A floração perfumada atrai beija-flores, mamangavas e borboletas.
É um arbusto muito florífero, de porte médio, alcançando 2,5 m de altura, excelente para a formação de cercas vivas e renques junto a muros. No entanto, o aspecto mais compacto da planta só é obtido a pleno sol, com podas de formação. Também pode ser plantada isolada e é facilmente conduzida como trepadeira sobre suportes apropriados. Adapta-se a uma ampla faixa de clima, mas prefere o tropical e o subtropical. É uma planta versátil que pode se encaixar nos mais diversos estilos de jardins.
Devem ser cultivadas a pleno sol ou meia sombra, em solo fértil, bem drenável e enriquecido com matéria orgânica. Aprecia regas regulares e adubações anuais, e é moderadamente tolerante à seca. Apesar de ter folhagem perene, comporta-se como decídua em locais de clima temperado, rebrotando com vigor na primavera. Multiplica-se por sementes, mas mais facilmente por estaquia.

Fonte : http://www.jardineiro.net/plantas/tumbergia-arbustiva-thunbergia-erecta.html

Como Plantar uma Árvore



Antes de plantar sua muda, é necessário saber qual o melhor local para ela.


Algumas espécies, em seu habitat natural, não aceitam sol, enquanto outras, não aceitam sombra. Algumas tem preferências por locais úmidos, enquanto outras por locais áridos.
Para você saber a preferência de cada espécie, vá até a nossa lista de espécies e aprenda tudo sobre a árvore que deseja plantar.

O sucesso do plantio está muito mais ligado às condições de Luz, Umidade e Solo, do que à técnica aplicada no momento do plantio.
Porém, alguma regras devem ser respeitadas na hora de plantar.

Espaçamento
- Deve-se fazer as covas com um espaçamento de no mínimo, 3m entre elas. Isso é para respeitar o crescimento das copas. 

Tamanho da cova
Varia de acordo com o tamanho da muda. Para mudas acima de 1,80m:
- 60cm de profundidade
- Caso o solo estiver fofo, 60cm largura.
- Caso o solo estiver muito compacto, faça uma cova cônica de 1m na superfície, 50cm no fundo.

Adubação
A adubação pode variar com a espécie. O importante a observar é que a adubação no momento do plantio, serve para que a muda enraíze mais facilmente no novo local.
- 100g de NPK (04-14-08 ou 10-10-10)
- 300g de calcário
- 300g de super Fosfato Simples ou Kg de Fosfato de Araxá
- 20 litros de esterco de gado, curtido, ou de composto orgânico; ou 7 litros de esterco de galinha ou de húmus de minhoca.

Preparo da cova
- Pulverizar 1/3 (100g) de calcário nas laterais e fundo da cova.
- Misturar o restante do calcário e os adubos à terra da própria cova ou, se preferir, substitui-la por terra vegetal.

Plantio
- Retirar a embalagem da muda com cuidado para não desmanchar o torrão
- Cobrir o fundo da cova com terra misturada até que o torrão fique nivelado com o chão.
- Colocar a muda dentro da cova, bem na vertical, observando a altura do torrão com relação ao solo.
- Colocar uma estaca de madeira de 2,50m de altura rente à muda. Afundar até o fundo da cova. - Completar a cova com terra misturada e pisar a terra em volta da muda para firmá-la no chão, de forma a não cobrir o caule com terra.
- Fazer uma vala em torno da muda, com o mesmo tamanho da cova, para captar água
- Regar abundantemente mas sem encharcar.

Amarração
- Amarrar a muda à estaca com: borracha, sisal ou outro material que não fira o caule da muda (Nunca utilize arame !).
- A amarração pode ser feita em forma de oito deitado, como mostra a figura ao lado.

Cuidados posteriores
- Se a muda for plantada em local sujeito a depredação, colocar grade de proteção
- caso não chova, faça irrigação de 4 em 4 dias com aproximadamente 20 litros de água



















Fonte : http://www.arvoresbrasil.com.br/?pg=arvore_como_plantar

Cultivo de Rosas do Deserto

Caros Amigos,segue abaixo as fotos de umas das Seguidoras de nosso blog, trata - se da nossa amiga Anesia Nabas que trabalha na rodovia como socorrista e vê nas Rosas do Deserto uma forma de distração para um trabalho tão estressante como este.

Obrigado Anesia por me mandar as fotos,espero que todos gostem.






Euterpe olearacea Mart.

Pequeno, redondo e de cor azul-noite, quase negro, o açaí pode ser considerado a pérola da Amazônia. O açaizeiro faz parte da família da...